06 festaoitizeiroA Comunidade de Oitizeiro (Setor Santa Cecília) festeja Nossa Senhora da Glória no período de 07 a 09 de setembro refletindo o tema "No Ano Mariano, Maria se faz presente na vida e no coração de toda a humanidade". Na programação religiosa, terço caminhante, ofício da Imaculada Conceição, Missa e celebrações da Palavra. Já na parte social, diariamente barraca com lanches e no sábado acontece o sorteio da Ação Entre Amigos, Leilão e Coroação da Rainha da Festa.


 Colaboração: Vanessa Bertoudo (Comunidade de Oitizeiro)

05 missaosetoresOs setores São Paulo Apóstolo e Santa Cecília realizaram dia de missão no último domingo (03). As comunidades do Setor São Paulo Apóstolo escolheram o Assentamento Resistência Potiguar para realizar esta ação evangelizadora, enquanto as do Santa Cecília se dirigiram até a comunidade de Massangana. Durante as visitas, momentos de partilha da Palavra, escuta das famílias e catequese oracional.

Para Wellington Bezerra, coordenador paroquial do Dízimo, foi um momento maravilhoso, que conseguiu envolver todos os grupos e pastorais da Igreja: "Essa é a essência do fazer pastoral na perspectiva  da Pastoral de Conjunto", afirmou Wellington. Já Isabel Cristina, articuladora do Setor São Paulo Apóstolo informou que anunciar a Boa Nova não era privilégio, mas obrigação!.

As atividades desenvolvidas integram a Meta 01 (Missão Integral) dos respectivos planos pastorais setoriais, a partir da proposta encaminhada pela Assembleia Paroquial - Uma Igreja em Saída.

05 legiaodemaria

O Sarau Legionário acontece neste sábado a partir das 14h na Igreja de Santa Teresinha, dentro das atividades propostas para o grupo em 2017. Na programação, recitação do terço, palestras, momentos de louvor e testemunhos. O evento é gratuito e aberto a todos os que quiserem participar!


 Colaboração: Fátima (Legião de Maria)

31 tercodoshomens

O Terço dos Homens de Mineiros celebra seu 3º aniversário neste sábado (02) refletindo o tema "A Cruz é Pesada! Mas com Jesus Podemos Caminhar" A acolhida das comunidades de Ceará-Mirim,  João Câmara, Natal, Rio do Fogo, São Gonçalo do Amarante e Touros se dá a partir das 19h com a participação do Pe. Bianor Júnior, pároco de Ceará-Mirim.Na sequência acontece momento de louvor com Hermeson (Natal) e apresentação do grupo Emanuel Dance Kids. Encerrando o evento acontece o sorteio da Ação Entre Amigos, onde também funcionará serviço de barraca de lanches.


Colaboração: Chiquito (Setor Social)

31 caminhadadasolidariedadeDomingo próximo, 3 de setembro, é dia de exercer a solidariedade na Arquidiocese de Natal. O Vicariato para as Instituições Sociais promove a 3ª edição da Caminhada da Solidariedade. Neste ano, os recursos arrecadados com a venda das camisetas serão destinados para os trabalhos desenvolvidos com dependentes químicos, além de crianças e jovens, como a Comunidade Boa Nova, em São José de Mipibu, e a Casa do Menor Trabalhador, em Natal, que entre outros projetos, trabalha com cursos profissionalizantes, que inserem esses jovens no mercado de trabalho.

A programação terá início às 7h, com celebração eucarística, no Santuário dos Mártires, no bairro Nazaré, em Natal, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha. Após a missa, os participantes seguirão em caminhada, fazendo o seguinte percurso: Av. Miguel Castro, Av. Prudente de Morais, Rua Apodi, Av. Deodoro da Fonseca, encerrando na Rua Açu, ao lado da Catedral Metropolitana.

Comunidade Boa Nova

Há 27 anos, a comunidade Boa Nova desenvolve um trabalho com dependentes químicos, com a proposta de reabilitá-los e reinseri-los na sociedade. São 10 casas espalhadas em todo o Nordeste, sendo nove masculinas e uma feminina. No território da Arquidiocese de Natal, a comunidade está situada em uma granja, entre os municípios de São José de Mipibu e Monte Alegre. O responsável pela comunidade na Arquidiocese é Antônio Steferson.

Os acolhidos, como são chamados os que chegam à comunidade, passam por um ano de tratamento, de forma gratuita. Atualmente, a casa tem capacidade para acolher 20 internos. De acordo com Steferson, uma extensa programação é desenvolvida com eles. “Acreditamos que o trabalho digno ajuda o homem a crescer, de acordo com a condição física de cada um. O que é essa ocupação? Coisas da casa, como limpeza, cultivo de horta, fábrica de vassouras, cuidado com a cozinha, entre outras atividades”, frisa. O responsável pela comunidade também explica que a oração é um ponto forte da programação junto aos acolhidos.

Outras informações sobre o processo de triagem e atendimento ligue: (84) 98698-5465.

Casa do Menor Trabalhador

A Casa do Menor Trabalhador de Natal é uma instituição filantrópica, de assistência social e sem fins lucrativos. De acordo com seu Estatuto, a Casa atua buscando evitar que crianças e jovens permaneçam ociosos nas ruas ou ocupando atividade lucrativa não formal. Para tanto, a organização promove encontros sistemáticos previstos no ensino fundamental, na educação profissionalizante e em atividades culturais. A Casa do Menor Trabalhador visa utilizar, de modo especial, políticas emancipatórias para adolescentes e jovens de baixa renda e baixa escolaridade. A instituição trabalha para que as crianças e jovens sejam protagonistas de suas histórias, trabalhem em conjunto na transformação da realidade que enfrentam na família e na comunidade. Há aproximadamente 30 anos em funcionamento, a iniciativa surgiu através do trabalho social da Ir. Lúcia Montenegro, junto à Arquidiocese de Natal.

Em 1987, a Campanha da Fraternidade teve como tema “Quem acolhe um menor a mim acolhe” e a partir desta temática, a religiosa criou a instituição, que além dos jovens, atende o público infantil, por meio de uma parceria com o governo do estado. A casa fornece a estrutura e alimentação para os alunos e a secretaria de educação disponibiliza os professores. Atualmente, a casa tem como diretora a Ir. Márcia dos Santos, vinda do estado de Pernambuco.

A instituição abre seleção para os cursos profissionalizantes duas vezes ao ano e as formações são voltadas para jovens carentes. Os cursos duram em média cinco meses e após este período, os alunos formados seguem para o estágio nas empresas parceiras da casa. Mesmo participando do estágio, o jovem precisa estar na casa uma vez na semana para dar continuidade ao aprendizado, em que eles podem aprender sobre ética, regime CLT e o manual de aprendizagem do governo federal. Essa fase dura por 1 ano e 4 meses, período em que dura o estágio. Após esta fase, a empresa pode contratar o jovem. Segundo dados da casa, de 2014 para cá, 1.589 jovens estão inserido no mercado de trabalho.

Para a realização dos cursos, a casa conta com uma parceria com o Instituto IGMK, que custeia o pagamento dos professores, bem como dos uniformes dos alunos. Mas, para custear as demais despesas, a casa conta com o apoio da população, bem como, de outras entidades. Aqueles que desejarem contribuir, podem ligar para: (84) 3223-4924. A instituição funciona na rua Presidente José Bento, 927, no bairro do Alecrim.

SERVIÇO

3ª Caminhada da Solidariedade

Data: 3 de setembro, a partir das 7 horas

Local: inicia no Santuário dos Mártires, no bairro de Nazaré, encerrando na Catedral Metropolitana


 Fonte: PASCOM - Arquidiocese de Natal

31 diadodistritoofsNo último domingo (27), Ceará-Mirim sediou o Encontro do 5º Distrito da Fraternidades Franciscanas através das Fraternidades Nossa Senhora da Conceição, da Ordem Franciscana Secular (OFS) e a Fraternidade Mensageiros de Paz e Bem, da Juventude Franciscana (JUFRA). O objetivo do é a integração e a partilha entre as fraternidades, as quais trazem consigo realidades particulares próprias das suas comunidades paroquiais.

O encontro anual Foi realizado na Escola Estadual Monsenhor Celso Cicco durante todo o dia 27, refletindo o tema: “Franciscano Secular: revisitar seu interior em vista da missão” e o Lema: “Uma formação de motive e reative a chama”, expostos por Socorro Medeiros, coordenadora de Formação do Regional RN/PB. Também foram desenvolvidas oficinas temáticas sobre Promoção Vocacional, Pegada Ecológica, Produção de Notícias, Devocionário Franciscano, Fotografia, Cantos Franciscanos, Projeto de Núcleo de JUFRA e Dinâmicas de Grupo.

A Celebração Eucarística, ponto alto do encontro, foi presidida pelo Vigário Paroquial, Padre José Marcos, e contou com a participação do Diácono Emanoel, de Ceará Mirim, e do Diácono Granjeiro, de Cidade Satélite (Natal). Na homilia Padre Marcos destacou a figura de Pedro, alicerce da Igreja, como exemplo para nós. Não na traição, mas na coragem, no amor e no seguimento de Jesus Cristo. Padre Bianor, na sua participação, ressaltou a importância desses momentos de integração entre as fraternidades, no sentido de fortalecer a caminhada em suas respectivas paróquias.

Além das fraternidades locais de JUFRA e OFS e da fraternidade São Miguel Arcanjo, de Capela, compõem o 5º Distrito as fraternidades de Canguaretama/RN (OFS e JUFRA), de Santo Antônio/RN (OFS), Mossoró/RN (OFS e JUFRA), e outras quatro da capital, Natal/RN – Conjunto Soledade II (OFS), Cidade Satélite (OFS), Pitimbu (OFS) e Centro (OFS).


 Colaboração: Jonilson Figueiredo (OFS-Ceará-Mirim/RN)

A Família Franciscana de Ceará Mirim coordenou a Peregrinação da Relíquia e Imagem de São Francisco de Assis no período de 13 a 17 de agosto, integrando a programação da Semana Nacional da Família 2017, promovida pelo Setor Família Paroquial. Essa peregrinação ocorre em comemoração ao jubileu dos 800 anos da Ordem Franciscana Secular (conhecida como Terceira Ordem Franciscana) que ocorrerá em 2021.

IMAGEM E RELÍQUIA

31 reliquiasaofranciscoA imagem foi um presente da cúria geral dos Frades Menores Capuchinhos e a Relíquia, um fragmento de osso, foi ofertada pela cúria geral dos Frades Menores Conventuais. Ambas vieram de Assis na Itália” e peregrinam junto as fraternidades de OFS no Brasil. Essa peregrinação teve início no Estado de São Paulo, na Fraternidade das Chagas do Seráfico Pai São Francisco, no dia 20 de setembro de 2015 e deverá terminar em 2021, ano jubilar, depois de ter visitado todas as fraternidades de todos os Estados do Brasil, inclusive Ceará Mirim-RN. Isso porque na cidade há presença da Ordem Franciscana Secular (OFS) através da Fraternidade Nossa Senhora da Conceição, na sede do município, e da Fraternidade São Miguel Arcanjo, distrito de Capela. Por isso, em comunhão com estas Fraternidades, durante a permanência da visita tão honrosa do próprio São Francisco de Assis, no período de 13 a 17 de agosto de 2017, fomos motivados a viver este momento de religiosidade popular, devoção e espiritualidade franciscana.

PREPARAÇÃO

Mesmo antes da chegada da peregrinação, a nossa paroquia já se preparava para este momento tão especial para toda comunidade paroquial. Foi a apresentação e aprovação da proposta na Assembleia Pastoral Paroquial e no Conselho Pastoral Paroquial, foram as reuniões de planejamento junto as comunidades urbanas e rurais que receberam a honrosa da relíquia. Foram as visitas de mobilização e sensibilização nas reuniões dos setores e nas comunidades envolvidas diretamente.

A programação da peregrinação da relíquia e imagem peregrina de São Francisco de Assis, constou de uma preparação, com o Tríduo temático, celebrado na matriz e nas comunidades onde haveria visita da relíquia, refletindo, respectivamente: a vida de São Francisco; a importância das relíquias sagradas; e, o grande momento a ser vivido – São Francisco: de Assis a Ceará-Mirim.

 ACOLHIDA

Neste clima de festa e conduzida pela Fraternidade de OFS do Conjunto Soledade II, a RELÍQUIA DE SÃO FRANCISCO foi acolhida em nossa Paróquia, na tarde de domingo, dia dos pais – dia 13, na Capela de Nossa Senhora Aparecida, no Povoado de Comum, em alusão aos 300 anos do encontro da Imagem da Virgem Maria no Rio Paraíba, em São Paulo. Após a acolhida feita pela comunidade, família franciscana e pelo pároco, a relíquia seguiu em carreata até a sede paroquial, onde à entrada estavam presentes diversos paroquianos, que a receberam com alegria e devoção. Deste ponto em diante os fiéis seguiram à pé, em direção a Igreja Matriz com uma procissão luminosa, para Missa de acolhida às 19h00, a qual foi presidida pelo nosso pároco, o padre Bianor Francisco de Lima Júnior e contou com a participação de uma grande multidão de fiéis, religiosas do Colégio de Santa Águeda e representantes de diversas comunidades rurais.

VISITAS

Além da Matriz e da Comunidade de Capela, respectivamente, as áreas de atuação pastoral das fraternidades de OFS de Nossa Senhora da Conceição e de São Miguel Arcanjo, anfitriãs da Peregrinação, receberam a peregrinação: as comunidades urbanas de São Bento Abade, de São Geraldo Magela, de Santa Teresinha, de Nossa Senhora das Dores, de Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora das Vitórias, a comunidade de Nossa Senhora Aparecida e a comunidade de São Padre Pio (por ser uma capela franciscana) e as seis comunidades rurais que tem como padroeiro São Francisco de Assis, a saber: Minamora, Cruzeiro, Rio dos Índios, Caiana, Sítio Flores e Raposa. Além disso, a peregrinação também passou pela Congregação das Irmãs Franciscanas do Bom Conselho, no Colégio de Santa Águeda, pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), pelo Abrigo São Vicente de Paulo e pela Casa Franciscana, todos na sede do município.

PROGRAMAÇÃO

Durante a programação da visita, os padres da paróquia estavam em retiro do clero arquidiocesano juntamente com o Arcebispo, na cidade de Aparecida/SP estando o pároco presente somente na cerimônia de acolhida no domingo, dia 13. Assim, durante a semana a paróquia contou com a presença dos Frades Capuchinhos, Frei José Aureliano e Frei Edivan Santos (filho de nossa Paróquia).

A programação durante a visita da imagem e relíquia de São Francisco, além de Celebrações Eucarísticas e Confissões, constou de momentos de oração e visitação a relíquia em todas as comunidades visitadas.  Entre as orações destacam-se: a benção dos animais, no Colégio de Santa Águeda, a tarde com a juventude na comunidade de Capela, o Terço das Famílias, na Praça Barão de Ceará Mirim, o Ofício da Imaculada e o Ofício dos 12 Pai-Nossos com elementos da Paixão, ambos na Matriz, e a Coroa das Alegrias de Nossa Senhora, também conhecida como Rosário Franciscano.

31 reliquiasaofrancisco2

Ao longo de toda a Peregrinação os féis demonstravam a fé naquele mesmo Jesus Cristo que assim como operou maravilhas na vida do jovem Francisco, poderia operar na vida de cada um que se aproximar do Deus-Amor. Aqueles que desejavam, depositavam na urna (que acompanhava a peregrinação) os seus pedidos de intercessão a São Francisco de Assis. Tivemos, inclusive, alguns relatos de graças alcançadas durante esses dias de presença da relíquia, tais como o retorno de um filho na participação da Missa, o recebimento de moradias, cura de doenças físicas, entre outros.

Ao final de toda programação, já na tarde do dia 17, na comunidade de São Padre Pio, tivemos a queima dos pedidos recolhidos ao longo da semana de peregrinação e em seguida, conduzida pela família franciscana de Ceará Mirim e os frades capuchinhos, a Relíquia e Imagem seguiram para a cidade de Assú, aonde as Paroquias de São João Batista, da Bem Aventurada Lindalva e São Cristóvão estariam a espera para vivenciarem a alegria da presença do próprio São Francisco de Assis, tão intensamente vivida pela comunidade paroquial de Nossa Senhora da Conceição. Que São Francisco tenha deixado uma mensagem esperança para nossa cidade, tão carente de paz.


 Colaboração: Jonilson Figueiredo (Ministro da OFS - Fraternidade Nossa Senhora da Conceição Ceará-Mirim/RN)

28 setorespfA Pastoral Familiar de Ceará-Mirim inicia processo de formação em setores de atuação, conforme indicado no Diretório Nacional da Pastoral Familiar (Documento 79 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). De acordo com o documento, a Pastoral deve estar estruturada no Setor Pré-Matrimonial, servindo junto às famílias antes da celebração do sacramento do matrimônio; Setor Pós-Matrimonial, visitando e realizando o acompanhamento da vivência conjugal dos casais recém-casados e Setor Casos Especiais, que abrange questões mais específicas como o trato com os idosos, dependentes químicos, casais de segunda união, uniões inter-religiosas, entre outros.

A proposta foi aprovada durante a última reunião ocorrida no mês de julho, onde também os agentes definiram em quais setores iriam atuar. Desde a semana passada, os grupos se reúnem para estudar os subsídios específicos de formação elaborados pela Comissão Nacional da Pastoral Familiar para cada setor. "Estamos ainda articulando uma formação com a Comissão Arquidiocesana da Pastoral Familiar para o mês de outubro. A ideia é que a partir de 2018 o planejamento da Pastoral possa ser realizado com as ações propostas para atender os diversos segmentos da família", afirmou Adriano Israel. "Este é um momento oportuno para aqueles que desejam conhecer e integrar a pastoral, pois estamos todos iniciando este processo formativo", concluiu Raquel Rangel, que juntamente com Adriano, integram a Coordenação Paroquial da Pastoral Familiar.

A Pastoral Familiar se reúne mensalmente na segunda segunda-feira do mês a partir das 19h30 na Casa Franciscana. O próximo encontro será no dia 11 de setembro.

28 pastoraldamusicaA Pastoral da Música Litúrgica retomou ontem (27) suas atividades em relação à sua formação e definiu que a partir de setembro todo 4º Domingo do mês será dedicado a formação dos músicos instrumentistas, cantores e agentes de pastoral em geral dos setores urbanos da Paróquia.

"Daremos início a um ciclo de formação integral e permanente para os grupos e ministérios de música que já atuam, as equipes litúrgicas das comunidades e demais agentes de pastorais que sentem o chamado de servir na Santa Liturgia comunicando Jesus Cristo por meio da música, mesmo que não esteja inserido em nenhum grupo", falou Neto Souza, coordenador da Pastoral. Para ele, o objetivo final destas formações é que os cantores e instrumentistas possam se tornar Ministros de Música reconhecidos, conhecedores de seu serviço e não meramente cantores e tocadores que animam as liturgias. 

Para participar desse ciclo formativo é necessário que os interessados compareçam no próximo encontro (24/09) das 9h15 às 11h30, no Salão superior da Comunidade de Santa Teresinha. "Desde já quero convocar todos os membros dos grupos e ministérios de música, agentes de pastoral que cantam nas missas sem o auxílio de um grupo nas comunidades urbanas: Grupo de Cânticos Ir. Brígida, Gaudeamus, Missão Franciscana Rouxinol, Anjos de Deus, Perfeita Alegria, Fogo Abrasador, Filhos de Fátima, Meninas de Fátima, Anjos da Aliança, integrantes do Coral Nossa Senhora da Conceição, Obra Nova, Santa Teresinha, Adoradores de Cristo, Alfa e Ômega, Ministérios de Música da RCC, Amigos do Bem ECC; e demais grupos que atuam nas comunidades de Santa Teresinha, N. Sra. Fátima, São Geraldo Magella, N. Sra. Das Dores, São Bento, São Padre Pio, N. Sra. Das Vitórias, Capela de Mãe Peregrina, Comunidade de Santa Clara (Barretão) que não assistidos pela pastoral.

Outras informações podem ser obtidas com Neto Souza através do telefone (84) 99644-5582 ou email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

28 copajuventudeAconteceu na manhã de ontem (27) no Ginásio de Esportes Aderson Eloy de Almeida a I Copa Juventude, disputada pela Pastoral da Juventude, Ministério Jovem/RCC, Comunidade Shalom, Segue-Me, Grupo de Acólitos e Pastoral do Esporte. "Quero agradecer a todos que fizeram este momento acontecer sem BRIGAS, AGRESSÕES VERBAIS OU FÍSICAS", afirmou Daniel Nascimento, da Pastoral da Juventude e um dos idealizadores do evento. 

A Pastoral da Juventude sagrou-se campeã do torneio, tendo o Segue-me como vice-campeão e o Ministério Jovem em 3º Lugar. De acordo com Daniel, após esta experiência o Setor irá discutir a possibilidade de se tornar um evento constante do seu plano pastoral.


 Colaboração: Daniel Nascimento (Pastoral da Juventude)

Desenvolvido pela Pastoral da Comunicação - Paróquia de Nossa Senhora da Conceição (2017)

Área Restrita