NOS PASSOS DOS SANTOS (Ep. 01 - São Bento Abade)

São Bento é um dos santos mais populares da Igreja e que inspirou  vários papas a usarem seu nome. Vamos conhecer mais a respeito deste importante modelo de fé.

 

Nasceu em Núrcia, na Úmbria (Itália) por volta do ano 480, estudou em Roma, começou a praticar a vida eremítica em Subiaco, onde reuniu um grupo de discípulos, indo mais tarde para Monte Cassino. Aí fundou um célebre mosteiro e escreveu a Regra que, difundida em muitos países, lhe valeu os títulos de patriarca da vida monástica (em mosteiros) do Ocidente e padroeiro da Europa.


Morreu a 21 de março de 547. Contudo desde fins do século VIII, sua memória começou a ser celebrada em muitas regiões no dia 11 de julho.


A expansão que alcançou esta iniciativa monástica de São Bento foi impressionante. Duzentos anos mais tarde, a Regra beneditina vigorava em toda a Europa, eliminando praticamente todas as demais formas de vida consagrada. Este sucesso não foi casual, mas inerente ao equilíbrio e sensatez da Regra beneditina. Pois o fim da Regra de São Bento era formar cristãos perfeitos, seguindo os ensinamentos de Jesus Cristo, mediante a prática dos mandamentos e conselhos evangélicos. Outro precioso fator era o equilíbrio e moderação. A Regra devia ser possível a todos e adaptável à capacidade de cada um.


ORA ET LABORA (ORAÇÃO E TRABALHO) é seu lema. Oração transformada em trabalho e trabalho em oração pela fé e obediência. No convívio fraterno na comunidade resulta sempre no completo equilíbrio psicológico.


A poucos quilômetros de Monte Cassino, Santa Escolástica, irmã de São Bento, adotou a Regra para as mulheres, dando origem às monjas beneditinas.

 

Para Saber mais a respeito de São Bento e da devoção ao redor da medalha cunhada em sua honra, acesse o vídeo abaixo

 

*CORREÇÕES PÓS-PUBLICAÇÃO:

(1) A partir do 01min40seg do vídeo, quando é dito "surgimento de mosteiros no norte e sudeste..." entenda-se "nordeste e sudeste".

(2) Aos 03min47seg, quando é dito "sua festa litúrgica" entenda-se "sua memória litúrgica".

 

 

FONTES CONSULTADAS:

 

Um santo para cada dia” Editora Paulus

 

Os santos e os beatos da Igreja do Ocidente e do Oriente”, Editora Paulinas.

 

http://www.osb.org.br

 

 

 

Desenvolvido pela Pastoral da Comunicação - Paróquia de Nossa Senhora da Conceição (2017)

Área Restrita